quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Pieter Bruegel


                                                                            site da imagem :sacralidade.com



Pieter Brueghel, "O Velho" (Breda, 1525/1530Bruxelas, 9 de setembro de 1569) foi um pintor de Brabante, célebre por seus quadros retratando paisagens e cenas do campo.
Pieter Brueghel, conhecido como Pieter Brueghel, "O Velho" (para distinguí-lo de seu filho mais velho), foi o primeiro de uma família de pintores flamengos. Assinou como Brueghel até 1559, depois seus filhos retiraram o "h" do sobrenome.
"O Velho", considerado um dos melhores pintores Flandres do século XVI, é o membro mais importante da família. Provavelmente nasceu em Breda, nos Países Baixos (popularmente conhecida como Holanda[1])
fonte wikipédia









site da  imagem:diadoblog.blogspot.com

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Mesmo quando inocente é bom!!





fotolog.com













vibeflog.com
Tentava entender por que não vinhas ? de que adiantava  eu ficar horas  à beira da estrada, ter posto o melhor  casaco pra  esperar você se o tempo a  cada minuto me  convense de que não mais virás?!! Melhor ficar com minha  compahia de hoje , de ontem , de amanhã, de quando não estás comigo.você sabe o nome  dela: Saudade...
MG











luardefronteiras.wordpress.com
...E  sonho, mesmo que meu céu nem tenha  estrelas  à  vista.    Não fiquei à  espera de milagre  algum, mas  estou apesar de tudo esperando confiante que um dia  chegarei onde meu coração deseja, porque sonhar não é pago e  a  esperança é a  última que morre...
 MG




site  da imagem:luardefronteiras.wordpress.com

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Parabéns ao criador deste filme!!


odefinitivo.blogspot.com

MAFALDA


 SITE DA IMAGEM: pelaeducacao.com
sinopse 
 
Unidos pelo Amor, romance de Romero Carvalho, apresenta uma narrativa pontuada por fortes emoções e marcada por fatos extremamente reveladores da realidade espiritual da vida. A história reúne um grupo de pessoas, ligadas por laços familiares e de amizade, que sofrem os efeitos do assédio de desafetos espirituais do passado.Tudo começa na distante Jericó, entre os descendentes de algumas famílias da tribo dos Benjamitas; o desfecho se dá em Belo Horizonte, MG, onde confluem as realidades material e espiritual.As fortes tradições judaicas em confronto com os valores da modernidade colocam as personagens diante de dilemas insuperáveis - então, só o amor pode apontar direções e solucionar problemas.

AS VEZES  PARA VALORIZARMOS  UM POUCO OS  MOMENTOS DE  ALEGRIA, PRECISAMOS MUITAS  VEZES   PASSAR POR UM MOMENTO TRISTE.
MARIA
canstockphoto.com.br

domingo, 28 de agosto de 2011


Não sou areia
Não sou areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.
não sou apenas a pedra que rola
na marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.
Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou
mistério.
A quatro mãos escrevemos o roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.
Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.
Lya Luft
 site da imagem :fotoplatforma.pl 

Lya Luft


Canção na Plenitude
Não tenho mais os olhos de menina
nem corpo adolescente, e a pele
translúcida há muito se manchou.
Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura
agrandada pelos anos e o peso dos fardos
bons ou ruins.
(Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)
O que te posso dar é mais que tudo
o que perdi: dou-te os meus ganhos.
A maturidade que consegue rir
quando em outros tempos choraria,
busca te agradar
quando antigamente quereria
apenas ser amada.
Posso dar-te muito mais do que beleza
e juventude agora: esses dourados anos
me ensinaram a amar melhor, com mais paciência
e não menos ardor, a entender-te
se precisas, a aguardar-te quando vais,
a dar-te regaço de amante e colo de amiga,
e sobretudo força -- que vem do aprendizado.
Isso posso te dar: um mar antigo e confiável
cujas marés -- mesmo se fogem -- retornam,
cujas correntes ocultas não levam destroços
mas o sonho interminável das sereias.
Lya Luft
Se eu calar meu coração, pode  ser que  ele não cante a  canção que  teu coração precisa  ouvir...
Maria
 site da imagem: reginacostaa.blogspot.com
Com você minha  alma  dança uma  canção que  somente é  ouvida no silêncio do meu coração.
MG



 site da imagem:poesiacarinho.blogspot.com

sábado, 27 de agosto de 2011

 Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?


Luís de Camões












quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Simplesmente LINDO!!!!



Minha  carência  é de  "amor" o amor  que move o mundo, porque  só consigo enxergar clamores, pessoas  achando que  amam, quando na  verdade nem mesmo a  sí próprio amam. 
MG













sempre-umpoucodetudo.blogspot.com

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

 TENHO UM AMIGO QUE  ME  ABRAÇA COM PALAVRAS, ELE SE  CHAMA :LIVRO









 site da imagem:
peregrinacultural.wordpress.com
Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades, lembrai-vos de que as grandes coisas do homem foram conquistadas do que parecia impossível.
Charles Chaplin

AMEI ESSE SCRAP DO SITE LILIAN POESIAS!!


TÁ RINDO É?

ESSA  MÚSICA ATÉ  ME FEZ  GOSTAR UM POUCO DO MEU NOME! ALÉM DE BELA MÚSICA , NA  VOZ DOS DOIS, FICA AINDA MELHOR!

Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina

Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais..."
Como Eu Quero Viver com Você....o Verdadeiro Amor..que Não Se Desfaz .....!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Vinícius de Moraes

terça-feira, 23 de agosto de 2011



Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu amei-a e por vezes ela também me amou.
Em noites como esta tive-a em meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.

Ela amou-me, por vezes eu também a amava.

Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que já a perdi.

Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.

E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.
Importa lá que o meu amor não pudesse guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.

Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.

A minha alma não se contenta com havê-la perdido.
Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a.
O meu coração procura-a, ela não está comigo.

A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores.

Nós dois, os de então, já não somos os mesmos.
Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei.
Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido.

De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.

A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos.
Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda.
É tão curto o amor, tão longo o esquecimento.

Porque em noites como esta tive-a em meus braços,

a minha alma não se contenta por havê-la perdido.
Embora seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo.
Pablo Neruda

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

O que eu faço, é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor.
Madre Teresa de Calcutá

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Acho que o quintal onde a gente brincou é maior do que a cidade. A gente só descobre isso depois de grande. A gente descobre que o tamanho das coisas há que ser medido pela intimidade que temos com as coisas. Há de ser como acontece com o amor. Assim, as pedrinhas do nosso quintal são sempre maiores do que as outras pedras do mundo. Justo pelo motivo da intimidade.
Manuel de Barros

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

 Se eu soubesse  onde  me  encontrar eu   procuraria .
MG





Existe mundos dentro de nós  que  somente nós mesmos  conhecemos.
MG

 Site da imagem: perolahadassa.blogspot.com

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Para uma amiga muito especial


Existem tantas noites como dias, e cada uma dura o mesmo que o dia que vem depois. Até a vida mais feliz não pode ser medida sem alguns momentos de escuridão, e a palavra "feliz" perderia o sentido se não estivesse equilibrada pela tristeza. (Carl Jung)
As mulheres precisam ser amadas, não compreendidas. (Oscar Wilde)

Boa dica de Leitura


Sinopse:
Um relato memorialístico no qual Isabel Allende conta a história recente de sua vida. Em 'A soma dos dias', Allende retoma a narrativa de Paula, sua primeira obra autobiográfica, relembrando os acontecimentos posteriores à perda da filha, vítima de uma doença rara. O livro é, em essência, a história de amor entre uma mulher e um homem - Allende é casada com William C. Gordon, advogado e também escritor - maduros, que, envoltos por uma grande e moderna família, venceram juntos muitos obstáculos sem perder a paixão e o humor.

Adorava...

Nem lembro muito de  todos  os  episódios, mas  amava  muito ver esse  dezenho que acho que  quando ele passava  eu tinha uns 7 anos. Não faz muito tempo assim... rsss

Amava essa novela mexicana

 
Na verdade  eu nem piscava quando passava essa novela mexicana, eu amava  ver, era tão singelo tudo o que  nela  passava! Hoje sinto falta de  novelas  assim, sem violências, apelos ao sexo em menor idade, etc.

Um dos lugares mais belos do mundo

jampanet.com.br
...Somos sim
Somos  a  poesia  se  quisermos ser, somos o caminho para  aqueles  que andam, a luz  para aqueles  que  na  escuridão estão. Somos  sol, chuva, perfume  de  uma  flor, delicadeza, carinho, basta  apenas  querermos ser..
Maria
 Site  da imagem :
ladydarques.blogspot.com

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...
William Shakespeare

domingo, 14 de agosto de 2011

Austrália e suas belezas




EU TE DISSE...

Disse  que iria  voltar, que de repente eu não iria  suportar está  sem você  em minha vida. Que não importa  quantas  estrelas  tenham no céu se o sol está  em constante resplendor, se  tem muitas  flores  as margens de  minha calçada , no jardim da esquina...
Até  a  felicidade  bateu à minha  porta hoje , mas  não quiz  abrir, ela veio vazia porque não tinha  você!!! 
Fui ao teu encontro , não suportei a  minha solidão, a  solidão que  apesar de no meio de muitos , uma multidão , me senti vazia...
Eu te disse  que não iria suportar...
Por isso estou aqui hoje...
Maria


sábado, 13 de agosto de 2011


O que sinto por ti;
LUZ no meu caminho,
É a força que me guia
Tua é a mão que me sustenta
Em tuas palavras meu conforto
Nos teus gemidos meu desejo
És meu porto-seguro
Sentimento que nasceu
do encontro de nossos olhos
Tua razão em minha vida
vai além dessa distância sofrida,
além do encaixar perfeito de nossos corpos
Tua alma é metade da minha,
Meus versos são para os teus versos...
Minha boca para os teus beijos
Meu corpo para teu desejo
Te amo além do amor
Além da vida!

Anna Carvalho

Tenho amigos(a) pra qualquer estação

Poema do Amigo Aprendiz, Fernando Pessoa ...


“Quero ser o teu amigo.
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te, sem medida, e ficar na tua vida da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade.
Sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar quando for hora de calar, e sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente nem presente por demais, simplesmente, calmamente, ser-te paz...
É bonito ser amigo.
Mas, confesso, é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças!
Dá-me tempo de acertar nossas distâncias!”

Aceitar-se como um ser humano cheio de limites e fraquezas é acima de tudo,sinal de equilíbrio, paz consigo mesmo e felicidade. 
Padre  Fábio de  Melo
“Nós vivemos dentro de um grande conto de fadas, do qual ninguém faz realmente ideia”.

(A garota das laranjas, p. 110).
Jostein Gaarder

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!
Mário Quintana

Recicle hoje para não sofrer amanhã.

 Muito útil, excelente invenção, mas  como ficará  nosso planeta se não tivermos  uma  solução? Se não  pararmos de  jogar tudo isso aqui na  natureza? E  os  animais que não conseguem sobreviver depois de  engolir tudo isso?

Use sacolas  retornáveis  , porque  seu ato consciente faz  toda   diferença!!

Motivos de sobra para abandonar as  sacolas  plásticas
Mas porque ele é assim tão prejudicial para o meio ambiente? Bem, em primeiro lugar o saquinho plástico é um derivado do petróleo, substância não renovável, feita de uma resina chamada polietileno de baixa densidade (PEBD) e sua degradação no ambiente pode levar séculos, ou seja, seu tataraneto pode no futuro se deparar com o saquinho que você jogou fora hoje. No Brasil aproximadamente 9,7% de todo o lixo é composto por saquinhos plásticos, além disso a produção do plástico é ambientalmente nociva. Para produzir uma toneada de plástico são necessários 1.140 kw/hora (esta energia daria para manter aproximadamente 7600 residências iluminadas com lâmpadas econômicas por 1 hora), sem contar a água utilizada no processo e os degetos resultantes.
Na Europa os costumes já começam a mudar. Na Alemanha se você não levar sua própria sacola ao supermercado tem que pagar um preço salgado por cada saquinho que utiliza, além de outras medidas adotadas pelo governo. A Irlanda segue o mesmo caminho e na Inglaterra redes de supermercados já oferecem saquinhos totalmente biodegradáveis.
No estado de São Paulo, o governo e entidades já estão se movimentando para reduzir o número de sacolas plásticas, incentivando com campanhas de esclarecimento a população, visando utilizar suas próprias sacolas para fazer as compras.
Mas sei que é difícil desvenciliar-se de um costume, de algo tão prático quanto as sacolinhas plásticas, porém temos que começar algum dia. Que tal hoje!?





                     fonte do texto: www.sermelhor.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...