terça-feira, 31 de maio de 2011


A Filha da Floresta é o primeiro livro da trilogia Sevenwaters, de autoria da neozelandesa Juliet Marillier. Foi publicado em 2000.
A personagem principal deste livro é Sorcha (filha de Lord Colum), que tem seis irmãos: Finbar, Padriac, Diardmid, Cormack, Conor e Liam.Irá desenvolver romance com a personagem Red do qual nascerão Sean, Liadan e Niahm.

Sinopse: Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era Lei e a magia uma força da Natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos.
O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e Criaturas Encantadas que deslizam pelos bosques vestidos de cinzento e mantêm armas afiads. Os invasores de fora da floresta, os salteadores do outro lado do mar, os Bretões e os Viquingues, estão todos decididos a destruir o idílico paraíso. Mas o mais urgente para os guardiões é destruir o traidor que se introduziu dentro do domínio: Lady Oonagh, uma feiticeira, bela como o dia, mas com um coração negro como a noite. Oonagh conquista Lorde Colum com os seus sedutores estratagemas,; mas não conseque encantar a prudente Sorcha. Frustrada por não conseguir destruir a família, Oonagh aprisiona os irmãos num feitiço que só Sorcha pode quebrar. Se falhar, continuarão encantados e morrerão!
Então os salteadores chegam e Sorcha é capturada, quando está apenas a meio da sua tarefa… Em breve vai ver-se dividida entre o seu dever, que lhe impõe que quebre o encantamento, e um amor cada vez mais forte, proibido, pelo senhor da guerra que a capturou.

Dica de Leitura:

- Sinopse: 



No verão de 1140, Oliver Pascal regressa de uma longa peregrinação para encontrar a Inglaterra devastada pela guerra civil. Entre os sobreviventes que encontra está um filho ilegítimo do rei e Catrin, a jovem aia do rapaz.
Viúva, altiva e impetuosa, esta tem muito em comum com Oliver. E quando parece que o destino talvez os vá juntar, eis que ele é feito prisioneiro e Catrin descobre que o seu marido afinal não morreu em batalha.
Mas será que ela quer voltar para ele? Um romance histórico apaixonante, onde Elizabeth Chadwick nos mostra que mesmo com os perigos de uma época violenta e as convulsões de uma guerra contínua, o amor pode nascer e sobreviver.

Vinicius de Moraes

Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
Vinicius de Moraes

Amigo em qualquer situação


Se você  achou pelo menos um em sua vida, sinta-se feliz porque é uma das  melhores  coisas que alguém  pode ter na vida: UM amigo(A), não importa a  raça, cor, classe social , porque ele ( a) simplesmente se for teu amigo não te cobra nada e fica ao teu lado mesmo se você não merecer, porque ele simplesmente é AMIGO(a)!!! 

sábado, 28 de maio de 2011

Dica de uma boa leitura:



Sinopse

Este emocionante relato autobiográfico narra a história de uma menina chinesa em busca das mais básicas necessidades humanas: aceitação, amor e compreensão. Com estilo energético, reflexo de sua personalidade, Adeline Yen Mah prende o leitor da primeira à última página ao narrar a cruel realidade de sua vida junto a uma família nitidamente problemática, na qual o preconceito dos irmãos e a indiferença do pai eram terrivelmente agravados pelos incompreensíveis maus tratos impetrados por sua madrasta. Estigmatizada por todos ao seu redor, desde a infância até o primeiro casamento, Adeline oferece neste livro uma verdadeira lição de amor e superação. "Coração em Cinzas - Memórias de uma Filha Chinesa Rejeitada" é um retrato autêntico e raro da China do século XX.

Excelente leitura:




Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dádivas: a oportunidade de fugir da miséria e construir uma nova vida. Em breve trocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos. 
A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também ela viverá as emoções de um verdadeiro amor. Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundo que Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida tem de continuar e nunca se deve olhar para trás…

Confissões ao luar

Sinopse 

Arlyn Singer acredita no destino e no poder dos sentimentos. Naquele que será um dos momentos mais determinantes da sua vida, Arlyn pressente a chegada do seu grande amor. Mas o destino parece pregar-lhe uma partida ao colocar o frio e calculista John Moody no seu caminho. John é o oposto da sonhadora Arlyn. Contudo, a paixão entre ambos é arrebatadora e o casamento inevitável. A vida encarregar-se-á de os levar, a eles e aos seus filhos, a uma casa de vidro no campo, no Connecticut, mas também aos arranha-céus de Manhattan e às águas azuis do estreito de Long Island, sempre em busca de unidade familiar e identidade.Um caminho de perda e redenção que inclui Sam, o filho de ambos, um artista brilhante e explosivo; Blanca, a bela solitária que tenta desesperadamente proteger o irmão do seu destino e que vive a sua própria vida num mundo habitado por livros; e Will, o neto, a braços com uma família fragmentada, emocional e misteriosa que, afinal, nada sabe sobre o amor. 

O amor nos tempos de cólera

O amor nos tempos do cólera 
é um romance marcante da literatura mundial. O livro de Gabriel García Márquez (o título em espanhol é "El amor en los tiempos del cólera") foi publicado em 1985. Seu autor nasceu em Magdalena em 06 de março de 1928 e é o mais importante escritor colombiano. Em 1967 publicou Cem Anos de Solidão, livro que narra a história da família Buendía de Macondo, distribuída em sete gerações. O livro tornou-se um clássico. Mas foi só em 1982 que García Márquez ganhou o Prêmio Nobel de Literatura.
O amor nos tempos do cólera narra uma história passada no início do Século XIX na América Latina. É uma narrativa do amor de Florentino por Firmina que ultrapassam 53 anos quase sem nenhum contato (na realidade, 53 anos, quatro meses e 11 dias, como faz questão de contabilizar nosso narrador).
O romance nos encanta pelo pureza do amor de Florentino. Ele conhece Firmina Dazo na juventude quando ainda não tinha objetivos de vida nem esperanças de futuro. Sua vida passa a girar em torno de Firmina, mas ela tem uma personalidade forte e não aceita um rapaz tão subordinado e sem atrativos pessoais. Passamos a ler o romance esperando a solução do impasse desse relacionamento: eles ficarão juntos ou o amor irá se acabar? Na verdade, o amor é de Florentino, é ele quem passa a fazer tudo para conquistar Firmina, e mesmo após o casamento dela e o nascimento dos filhos, ainda espera que ela o aceite. A saída é esperar a morte do seu marido. E isso não demora a acontecer no livro. Mas já se passaram muitos anos e Firmina não aceita a idéia de amar. Não na sua idade. Mas Florentino não desiste e se torna seu amigo.
 Comentário  retirado do site:   www.sitedeliteratura.com

Adoro pinturas de Monet


Maravilhoso viver em um país tropical




Existe sempre uma vontade exacerbada de querer algo que as vezes  nem mesmo sabemos de onde vem...
Aí a coisa fica bem mais difícil, porque até que sabemos, mas  preferimos achar que não...


Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,
aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.
desconhecido

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Linda História

Livro -A Ilha, 
Esse romance de vidas e paixões intensas desdobra-se no cenário do Mediterrâneo do início do século XX, passa pela Segunda Guerra Mundial e chega ao nosso tempo. A ilha é uma história de desejos, de segredos desesperadamente escondidos e do estigma de uma doença sobre quatro gerações de uma família inesquecível.

Prestes a fazer uma escolha crucial, Alexis Fielding ansiava por conhecer o passado de sua mãe, Sofia, que nunca falava sobre sua origem. Tudo o que admitia era ter sido criada em Creta antes de se mudar para Londres. No entanto, quando Alexis decide visitar a Grécia, Sofia lhe entrega uma carta endereçada a uma velha amiga, e garante que, desse modo, a filha poderá saber mais.

Ao chegar ao vilarejo de Plaka, em Creta, a jovem surpreende-se com o fato de que bem diante do local, na distância de uma curta travessia de barco, ergue-se a deserta ilha de Spinalonga ? sede da antiga colônia de leprosos da Grécia, desativada. Depois de ser recebida pela grande companheira da mãe, Alexis descobre a história enterrada por Sofia por toda a vida: a trajetória de gerações devastadas pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Assim, ela compreende por que está intimamente ligada àquela ilha, e como um segredo dominou toda a história do clã dos Petrakis.

Camille Pissarro

Jacob Camille Pissarro (Charlotte Amalie, na ilha de São Tomás nas Índias Ocidentais Dinamarquesas, hoje Ilhas Virgens Americanas10 de Julho de 1830 — Paris13 de Novembro de1903) foi um pintor francês, co-fundador do impressionismo, e o único que participou nas oito exposições do grupo (1874-1886).
Seu pai, Abraham Frederic Gabriel Pissarro, era português criptojudeu de Bragança, que, no final do século XVIII, quando ainda pequeno, emigrara com a sua família para Bordéus, onde na altura existia uma comunidade significativa de judeus portugueses refugiados da Inquisição. A mãe de Camille Pissarro era crioula e tinha o nome Rachel Manzano-Pomie.
Com 11 anos Camille Pissarro foi enviado a Paris para estudar num colégio interno. Voltou para ailha São Tomás, a fim de tomar conta do negócio da família. Algum tempo depois, a sua paixão pela pintura fê-lo mudar de vida: fez em 1852 amizade com o pintor dinamarquêsFritz Melbye e a oportunidade de concretizar seu sonho surgiu com um convite para acompanhar uma expedição do Fritz Melbye, enviado pelo governo das Antilhas Dinamarquesas, para estudar a fauna e a florada Venezuela, onde passou dois anos.




cursodehistoriadaarte.com.br

Um abençoado final de semana!!

Que o seu final de semana seja de muita paz, bênçãos e que  possas agradecer sempre ao Pai pelas dádivas recebidas.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Charles Chaplin

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.
Charles Chaplin
A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso. 

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?
Charles Chaplin

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Deram-lhe uma nova vida.
Mas saberá ela vivê-la?


Uma rapariga. Vida tem 19 anos, está doente e pode morrer a qualquer momento. Uma nova esperança, um coração alheio, fá-la compreender que só pode viver se outra pessoa morrer.
Um homem. Richard perdeu a sua esposa num acidente. A dor e o sofrimento levam-no a querer conhecer a rapariga que recebeu o coração da sua mulher.
Um coração. No hospital, Vida conhece Richard e apaixona-se por ele. Pode um coração em segunda-mão unir duas pessoas?

Muito boa dica esse livro!




Sinopse
Leonard Mears é um homem tirânico que além de manter a família subjugada, a castiga violentamente quando algo lhe desagrada. A crueldade deste homem encobre um terrível segredo: uma filha ilegítima que obrigou a irmã a criar, exigindo-lhe segredo absoluto. Mas a menina cresceu e está determinada a encontrar o pai. James Peterson, um bonito jovem, dirige a fábrica de Mears melhor do que o próprio patrão. As coisas complicam-se quando James se apaixona por Isabel Mears, a filha legítima, o que provoca a fúria do irascível pai. Será James capaz de libertar Isabel da gaiola dourada aonde vive?


A Mulher que Partiu
Cox, Josephine

No mais recente romance da maior contadora de histórias do Reino Unido, Louise e Ben Hunter têm um casamento feliz, apenas ensombrado pelo facto de não poderem ter filhos. Mas o seu mundo desmorona-se com a morte de Ronnie, o pai de Ben, e a chegada de Jacob, o seu irmão. Jacob quer a todo o custo beneficiar com a morte do pai e não vai medir meios para alcançar os seus fins...

Li e recomendo:

Sinopse

Em 'Mensagem de uma mãe chinesa desconhecida', Xinran aborda um aspecto cruel da sociedade chinesa contemporânea, e busca dar voz às mães que não puderam vivenciar a plena maternidade por terem dado à luz bebês do sexo feminino. 

Vamos refletir e apoiar a Educação em nosso país

domingo, 22 de maio de 2011

Está traduzida para português a obra "As Batalhas no Deserto", publicada pela Oficina do Livro.

Sinpose:

 Uma história de amor impossível que vendeu mais de meio milhão de exemplares só no México. Esta é a história de amor impossível, narrada numa obra que ainda guarda espaço para abordar temas como a corrupção social e política, a modernização do México ou o desaparecimento do país tradicional.
Ao mesmo tempo que vai resgatando memórias de uma cidade que ama intensamente - mas que aqui recria sem nostalgia e denuncia de uma forma implacável -, através do amor de Carlitos, o autor aprofunda a cumplicidade com os leitores, numa linguagem simples, depurada, comovente e aberta a várias leituras e interpretações. Traduzida em inúmeras línguas, só no México As batalhas no Desertovendeu mais de meio milhão de exemplares.
 

Lindo poema

Se o amor for grande...
a espera não será eterna,
 
os problemas não serão dilemas, 
e a distância será vencida. 
Se a compreensão insistir, 
as brigas fortalecerão-nos, 
os fatos farão-nos rir, 
e os diálogos marcarão-nos. 
Se o respeito prevalecer, 
os carinhos serão doces e suaves, 
os beijos profundos e cheios de valor, 
e os abraços calorosos e confortantes. 
Se a confiança existir, 
a dúvida se extinguirá, 
as perguntas serão respondidas, 
e as palavras poderão ser ditas. 
Talvez não seja um amor eterno. 
E não é um amor doentio, 
Nem um amor ideal. 
Mas um amor verdadeiro. 
Aquele que vence as barreiras 
Impostas pela vida e pelas ocasiões. 
Aquele que não teme a escolha, 
E faz a opção de simplesmente 
Ser intensamente vivido.


Amor Eterno 
Fonte: Mensagens e Poemas


É pra você meu amor eternamente...

Não te vá , não me  abandone por favor...
Porque não saberei como viver sem tua vida junto a minha...
Sem teus carinhos, teu olhar, tua voz me dizendo que me ama...
Sem você não notarei nem se quer o brilho do sol, nem verei a lua sorrindo pra mim!!!
Amor  é  energia que se renova, como sangue que perdemos e se renova todos os dias, assim é meu amor por ti, se renova todos os segundos e se  torna  cada dia maior, mais pleno mais vital...
Então: fica juntinho a mim pra assim eu continuar vivendo??!!

sábado, 21 de maio de 2011

Lindo romance

Nicholas Sparks.

 UM MOMENTO INESQUECÍVEL é uma linda história de amor, esperança e perda, este livro vai capturar o vosso coração, e fazer-vos apaixonar pelas personagens uma vez mais. 
A partir do momento em que abrirem o livro e lerem o primeiro capítulo, vão continuar a ler até á ultima página do livro. Um momento inesquecível passa-se em 1958 na Carolina do Norte a meio de Abril onde Landon Carter lembra o seu primeiro amor Jamie Sullivan, a filha do pastor baptista da terra. Chega uma altura da vida em que todos se deveriam de lembrar do seu primeiro amor, e ao ler este livro acontecerá isso mesmo, trazendo de volta as memórias da infância do primeiro amor, não só se apaixonara pelo livro assim como irá apaixonar-se pelas personagens e por todo o cenário do livro.

Uma mãe que admiro





 Sendo do seu ventre ou não eis a questão, aí sabe  amar sem separar , dedica o pouco tempo que  tem diante de tantas coisas que tem que fazer sua vida a eles seus filhos que ama  e  cuida , não se importando com a  cor e de onde  vieram.  

Pablo Neruda



Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.
Pablo Neruda

Celine Dion

Teu toque

...Sentir teu rosto junto ao meu , teu gosto de mel  minha pele arrepia , transporta minha mente me faz  calar, envolve minha alma. É tão bom te ter por perto, sentir você em mim, esquecer até mesmo que existam outras pessoas e sentir que o mundo é apenas nosso. Meu mundo é você, te ter é viver , é sentir é saber que a  vida tem esse sabor , deliciosamente o sabor do teu doce amor!!

Sinopse (SdE): "Skeeter tem vinte e dois anos e acabou de regressar da universidade a Jackson, Mississippi. Mas estamos em 1962, e a sua mãe só irá descansar quando a filha tiver uma aliança no dedo. Aibileen é uma criada negra, uma mulher sábia que viu crescer dezassete crianças. Quando o seu próprio filho morre num acidente, algo se quebra dentro dela. Minny, a melhor amiga de Aibileen, é provavelmente a mulher com a língua mais afiada do Mississippi. Cozinha divinamente, mas tem sérias dificuldades em manter o emprego… até ao momento em que encontra uma senhora nova na cidade. Estas três personagens extraordinárias irão cruzar-se e iniciar um projecto que mudará a sua cidade e as vidas de todas as mulheres, criadas e senhoras, que habitam Jackson. São as suas vozes que nos contam esta história inesquecível cheia de humor, esperança e tristeza. Uma história que conquistou a América e está a conquistar o mundo."

Dica de filme infantil


Sinopse:
Toda a história, com poucas excepções, é contada pela testemunha ocular de todos os acontecimentos, uma governanta chamada Helen Dean, ao locatário da propriedade Granja da Cruz dos Tordos, em Gimmerton, Yorkshire, enquanto este se encontrava adoentado.
O patriarca da família Earnshaw resolve fazer uma viagem e lá resolve adoptar um pequeno órfão, que todos acham ser um cigano, porém sua procedência não é revelada em hora alguma da narrativa, ao qual denominam Heathcliff. Toda a afeição que o pai logo demonstra pelo menino enciúma seu filho legítimo Hindley, que acha que está perdendo a afeição do pai para o menino. Sua irmã, Catherine, se afeiçoa por Heathcliff. Quando o Sr e Sra Earnshaw morrem, Hindley sujeita Heathcliff a várias humilhações. Este passa a ficar bruto e melancólico. Apesar do amor entre ele e Catherine, ela decide casar com Edgar Linton, por esse ter melhores condições de sustê-la que Heathcliff.
Heathcliff sai do Morro dos Ventos Uivantes e, quando volta, está rico, chamando a atenção de Catherine e despertando ciúmes em seu marido. Catherine tem uma filha de Edgar e morre logo em seguida. Heathcliff resolve se vingar de Edgar e de Hindley.
Primeiro se casa com Isabella, irmã de Edgar. Logo após, Isabella lamenta-se de ter se casado com Heathcliff, e tem um filho chamado Linton, enquanto estava longe de seu marido. Hindley cai no vício do jogo e da bebida e perde todos os seus bens para ele. O filho de Hindley (Hareton) consequentemente, fica sem herança -- mas apesar disso, considera Heathcliff uma pessoa de alta moral, não permitindo que se falasse mal de sua pessoa. Antes da morte de Edgar, Heathcliff casa Linton e Cathy (filha de Catherine e Edgar). Cathy descobre-se sem bens, quando seu marido Linton morre e Heathcliff apresenta um testamento onde seu filho lhe passava tudo quanto possuía. Pensando já ter se vingado, percebe nos últimos descendentes das casas da Granja da Cruz dos Tordos e do Morro dos Ventos Uivantes o olhar de seus antepassados e a paixão entre os dois, morrendo só em sua loucura e solidão. Como último desejo é enterrado junto com Catherine, seu grande amor... e deste dia em diante muitos juram ver sempre um casal vagando pelas charnecas do Morro...

Sete dias para a Eternidade de Marc Levy. A insuperável força do amor mostrada até ao extremo. Não resisto a deixar aqui um excerto do livro. Trata-se de uma carta de amor que o demónio(Lucas) escreve ao anjo (Zofia).
“o acaso é a forma que Deus tem de passar despercebido” Jean Cocteau
Deus e Lúcifer num braço-de-ferro final.
O mais angélico dos anjos e o mais demoníaco dos demónios são postos em cena para o derradeiro desafio.
Em apenas sete dias, joga-se o destino da humanidade.
Mas nem Deus nem Lúcifer poderiam prever o que resultaria de um encontro entre um anjo e um demónio…
O livro está carregado de simbologia, que encontramos a cada parágrafo que lemos. Na minha opinião, vale cada minuto que lhe dedicamos. Espero que o excerto vos desperte a curiosidade e, se assim for, boa leitura.
Comentário retirado do blog citado abaixo:
http://jacintamaria.blogspot.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...